domingo, 19 de junho de 2011

Adoradores do Templo












“E, dizendo alguns a respeito do templo, que estava ornado de formosas pedras e dádivas, disse: Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que se não deixará pedra sobre pedra que não seja derribada.”
Lucas 21 versículo 5


Em Mateus 24 essa mesma situação nos é relatada, elucidando que as pessoas que elogiavam o templo, eram os próprios discípulos de Jesus.
O interessante é que ambos os textos estão seguidos das predições do Senhor acerca de sua volta. E pensando nisso precisamos entender que a resposta que o Senhor dá a eles está inteiramente ligada à Sua distinção entre dois reinos.
O reino do qual os discípulos se referem, está inteiramente ligado a um reino que está instituído e que tem sede por alargar os seus domínios. Este reino é de propriedade humana, mas com características “divinas”.
Neste reino veremos prédios e magníficas construções. Impérios e reinos construídos em nome de um deus chamado ego humano.
Homens que priorizam tijolos a relacionamentos. Homens que amam a si mesmos, mas dizem amar ao próximo. Homens que armam alçapões com a desculpa de curar os livres do Senhor, mas os seus corações estão corrompidos pela cobiça e corrupção. Homens que enxergam cifrões ao invés de sangue. Homens que tem suas estruturas por preciosas. Que santificam lugares ao invés de pessoas. Que estão preocupados com seus pisos de mármore e negligenciam a dor do órfão e da viúva. Homens que não distinguem o evangelho de Cristo, do evangelho espírita. Homens que crêem na caridade e nas obras das suas mãos, mas não crêem no Reino dos Céus.
Esses são aqueles dos quais os discípulos admiravam nesta passagem. As manifestações do reino humano.
Então Jesus responde com a manifestação do segundo Reino...
A resposta de Jesus diz algo como:
“- Filhos, eu estou oferecendo o Reino do meu Pai e vocês estão impressionados com essas obras que perecem? Eu digo a vocês que por maior número de pedras preciosas, metais e riquezas arquitetônicas que possam ter, eles nada serão diante do Reino do meu Pai. Porque serão todos reduzidos a cinzas. Porque o Reino do meu Pai não consiste em coisas abaláveis, mas nas que não podem ser abaladas. E é este Reino que desejo entronizar. E a vocês cabe a incumbência da transição de reinos.”
Eu sei que podemos pensar. Mas eles estavam preocupados com a casa de Deus. E a resposta será não. Eles apenas estavam encantados com as obras humanas de coisas passageiras que jamais poderão conter a glória de Deus. Porque dentre todos os tabernáculos e templos levantados, o Senhor escolheu a você como a Casa Máxima que Ele quer habitar.

“Mas o Altíssimo não habita em templos feitos por mãos de homens, como diz o profeta:
O céu é o meu trono, e a terra, o estrado dos meus pés. Que casa me edificareis, diz o Senhor, ou qual é o lugar do meu repouso?
Porventura, não fez a minha mão todas estas coisas?”
Atos 7 versículos 48 ao 50


Que reino você proclama? Qual rei você serve? Qual mensagem você leva? O reino que você serve resiste ao teste do tempo?
Existe um povo nos nossos dias tão preocupado em reformar seus templos e torná-los referências de modernidade e conforto. Estão interessados nas cadeiras, nos pisos de porcelanato, nos altares de mármore, nas colunas de gesso, no ar condicionado, nas portas de vidro temperado. E todos dirão a você:
“Isto é o melhor pro Senhor. Ele merece.”
Em que palavra você está fundamentado? Em que tempo você vive? Quem é o teu Cristo? Que espécie de obras você faz que seja um marco para o seu senhor?
Será que seu senhor se impressiona com arquiteturas e decorações?
Se ele se interessa por isso, sinto em dizer-te que o seu senhor é tão oco quanto muitos feitos de barro e gesso.

“Tornem-se semelhantes a eles os que os fazem e todos os que nele confiam.”
Salmos 115 versículo 8


Com quem você deseja ser semelhante? As paredes e pessoas das quais você admira e se referencia, ou a Cristo?
Muitos estão preocupados com o lugar certo e a forma certa de adorar. Estão guerreando entre si como em empresas multinacionais.
As pessoas esperam que Deus habite em um lugar, mas isso não é novidade. Existia uma samaritana que também pensava assim:

“Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar. Disse-lhes Jesus: Mulher crê-me que à hora vem em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis ao Pai. Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus. Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão ao Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.”
João 4 versículos 20 ao 24


Aquela mulher estava tão preocupada com seus conceitos, que não enxergava a verdade a sua frente. E o texto ainda nos diz “que o Pai procura” e se Ele procura isso nos remete a algo muito sério. Significa que não está fácil de achar. Ele é onisciente, onipresente e onipotente. Como um Deus com esses atributos, pode estar à procura de adoradores que assim o adorem? A resposta é bem simples. Existem muitos corações propensos a esse nível de adoração, mas que não enxergam porque foram condicionados assim. E Ele está à procura dos tais.
Se você prender um filhote de elefante a um pequeno tronco, você verá uma triste experiência. No início ele tentará sair e puxará aquele tronco, mas pela sua pequena força de filhote, não obterá êxito. E depois de muitas tentativas ele desistirá de lutar e aceitará a condição da qual foi submetido. Então quando adulto, tendo força pra facilmente arrancar aquele tronco, ele jamais tentará, pois sua mente foi condicionada a crer que aquele pequeno tronco jamais poderá ser vencido.
Existem homens e mulheres que seriam capazes de destruir impérios inteiros, mas que foram condicionados em suas capacidades. Que estão presos em seus conceitos e reinos abaláveis. Estão adorando o templo.
O Senhor não está preocupado com a caixa que te comporta, mas com a jóia que há dentro dela. Você é o templo, porque é imagem e semelhança d’Ele.

“Responderam, pois, os judeus e disseram-lhe: Que sinal nos mostra para fazeres isso? Jesus respondeu e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei. Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos, foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias? Mas ele falava do templo do seu corpo. Quando, pois, ressuscitou dos mortos, os seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isso; e creram na Escritura e na palavra que Jesus tinha dito.”
João 2 versículos 18 ao 22

E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;
Gênesis 1 versículo 26a.


Assim o Senhor nos convida a manifestação de um novo Reino, o mesmo da criação perdido pelo pecado do homem.

“Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, e farei tremer os céus, e a terra, e o mar, e a terra seca; E farei tremer todas as nações, e virá o Desejado de todas as nações e encherei esta casa de glória, diz o Senhor dos Exércitos. Minha é a prata, e meu é o ouro, disse o Senhor dos Exércitos. A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos, e neste lugar darei a paz, diz o Senhor dos Exércitos.”
Ageu 2 versículos 6 ao 9


“A voz do qual abalou, então a terra, mas, agora, anunciou, dizendo: Ainda uma vez, abalarei não só a terra, mas também o céu. E esta palavra: Ainda uma vez, mostra a mudança das coisas abaláveis, como coisas feitas, para que as inabaláveis permaneçam. Pelo que, tendo recebido um Reino Inabalável, retenhamos a graça, pela qual sirvamos a Deus agradavelmente com reverência e piedade; Porque o nosso Deus é fogo consumidor.”
Hebreus 12 versículos 26 ao 29


Existe um Reino a ser manifesto. Este reino não está em coisas feitas pelas mãos humanas. Não está em ornamentos, em conceitos humanos e obras que o fogo pode destruir. Este Reino está inteiramente ligado a manifestação da graça, do amor e da misericórdia. Está em acolher o necessitado, em amar os que te odeiam. Em bendizer o que o amaldiçoam. Em liberar perdão aos que te ofendem. Está em amar pessoas como Jesus as ama. Está em exalar o doce perfume de Sua glória. Porque as obras de nossas mãos estão condicionadas ao tempo.

“Mas o Dia do Senhor virá como o ladrão de noite, no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão e a terra e as obras que nela há se queimarão.”
2º Pedro 3 versículo 10


O que você apresentará ao Senhor naquele grande dia? O que você está construindo ao Senhor que resistirá ao teste do fogo? Que espécie de reino você lhe mostrará naquele grande dia? Como estarão as suas mãos diante d’Ele?
Deus não sente saudades do tabernáculo de Moisés, do Templo de Salomão com toda a sua glória. Deus não sente falta do templo do Zorobabel...
Deus sente falta de um tempo, onde a Arca da Aliança estava debaixo de uma lona, uma tenda. E ali durante quarenta anos os homens entravam e adoravam a Deus diante de Sua presença. Sem intermediários, ou rituais. Sabe por quê? Porque desde a criação, Ele está preocupado apenas com uma coisa... Relacionamento.

“Naquele dia, tornarei a levantar o tabernáculo de Davi, que caiu, e taparei as suas aberturas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e o edificarei como nos dias da antiguidade;”
Amós 9 versículo 11


“Depois disto, voltarei e reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído; levantá-lo-ei das suas ruínas e tornarei a edificá-lo. Para que os demais homens busquem ao Senhor, e também todos os gentios sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor, que faz todas as coisas que são conhecidas desde toda a eternidade.”
Atos 15 versículos 16 ao 18


Esse mundo não está sedento por prédios ou estruturas, mas pela manifestação da glória de Deus.

“Porque a criação anseia pela manifestação dos filhos de Deus.”
Romanos 8 versículo 19


Você é o maior templo que o Senhor quer habitar. Seja o lugar de adoração contínua a Ele.

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós? Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo.”
1º Coríntios 3 versículos 16 e 17


“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima e não nas que são da terra;”
Colossenses 3 versículos 1 e 2


Que Venha o Teu Reino Senhor! O Teu povo clama pela troca do governo!