sábado, 5 de junho de 2010

Babilônia ou Cristo?













“E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra.” – Apocalipse 17 versículo 5

Vi uma nação. Vi um continente. Vi um grande planeta.
Vi um povo apressado. Vi um povo rebelde. Vi um povo oprimido.
Vi uma prostituta. Vi a prostituição. Vi o jugo.
Vi uma falsa paz. Vi uma falsa alegria. Vi falsos deuses.
Vi uma igreja. Vi uma opressora. Vi uma mentira.
Vi o céu negro. Vi a tormenta de dor. Vi o raio que descia do céu.
Vi um anjo. Vi um domínio. Vi um opressor.
Vi um espírito. Vi uma submissão maligna. Vi a morte.
Vi a Terra. Vi a devassidão. Vi Babilônia.

Homens casando-se com homens:

“Quando também um homem se deitar com outro homem, como com mulher, ambos fizeram abominação; certamente morrerão; o seu sangue será sobre eles.” – Leviticos 20 versículo 13

Pais abusando de seus próprios filhos:

“Não se envolva sexualmente com uma mulher e sua filha. Não se envolva sexualmente com a filha do seu filho ou coma filha da sua filha; são parentes próximos. É perversidade” – Levíticos 18 versículo 17

Adoração a outros deuses:

“Quando transgredirdes a aliança do SENHOR vosso Deus, que vos tem ordenado, e fordes e servirdes a outros deuses, e a eles vos inclinardes, então a ira do SENHOR sobre vós se acenderá, e logo perecereis de sobre a boa terra que vos deu.” – Josué 23 versículo 16

Prostituição da igreja:

“Porque verdadeiros e justos são os seus juízos, pois julgou a grande prostituta, que havia corrompido a terra com a sua prostituição, e das mãos dela vingou o sangue dos seus servos.” – Apocalipse 19 versículo 2.

As Nações Rebeldes:

“Posto que as nossas maldades testificam contra nós, ó SENHOR, age por amor do teu nome; porque as nossas rebeldias se multiplicaram; contra ti pecamos.” – Jeremias 14 versículo 7

O superficialismo cristão:

“Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca.” – Apocalipse 3 versículos 15-16

A cegueira espiritual:

“Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus.” – 2º Coríntios 4 versículo 4

Homens sanguinários:

“De madrugada se levanta o homicida, mata o pobre e necessitado, e de noite é como o ladrão.” – Jó 24 versículo 14

Hereges e Profanos:

“O Timóteo, guarda o depósito que te foi confiado, tendo horror aos clamores vãos e profanos e ás oposições da falsamente chamada ciência,” – 1º Timóteo 6 versículo 20

E toda a sorte de maldições e loucuras eu vi.
Mas em nada me parecia visão, mas uma dura constatação do que a terra havia se transformado.
Suas maldades e iniqüidades tão repugnantes e asquerosas, passíveis de total juízo de Deus.
Jesus se tornou apenas um amuleto para alguns. Ódio e repulsa para outros. Insignificância para outros tantos. Farsa para os acusadores.
Estamos totalmente voltados à depravação e maldição desta terra!
“Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço... Miserável homem que eu sou! quem me livrará do corpo desta morte?” – Romanos 7 versículos 19 e 24

Este é o evangelho que queremos deixar para as gerações?
Vivemos Cristo?
Estamos alicerçados na Rocha ou na areia?
Servimos a Deus ou a Baal?
Queremos mais de Deus ou mais de Seus recursos?
Queremos Sua vontade ou a nossa sobre Ele?
Somos servos ou Seus clientes VIPS?
Jesus ou o mundo?
Santidade ou Pecado?
Livres ou Cativos?
Perseguidos ou Perseguidores?
Salvos ou Perdidos?
Céu ou Inferno?

Babilônia ou Cristo?

Que Deus nos perdoe.